Mel Catarinense

Mais de 100 tipos de méis com cor, aroma, sabor e consistência são produzidos em Santa Catarina num cenário de grande capilaridade: os cerca de 10 mil apicultores existentes estão espalhados em 289 dos 295 municípios catarinenses e a atividade tem sido grande agregadora de renda no universo rural. Embora seja o quarto maior produtor do país, o estado vem se notabilizando como detentor do melhor mel do mundo. O título foi concedido durante o 46º Congresso da Associação Internacional das Federações de Apicultores (Apimondia), realizado na segunda semana de setembro de 2019, no Canadá. Foi a quinta vez que a catarinense Prodapys levou o prêmio. A empresa, de Araranguá, tem o maior projeto de produção de mel orgânico do mundo e se destaca também como maior exportador nacional do produto.

Santa Catarina produziu 7,5 mil toneladas de mel na safra 2019/20, 5,8 mil toneladas na safra de 2018/19 e 5,5 mil toneladas na safra de 2017/18. Em grande parte, a melhoria dos resultados está relacionada às pesquisas desenvolvidas pela Epagri, ao interesse de entidades como a Federação das Associações de Apicultores e Meliponicultores de Santa Catarina (Faasc) e da Associação de Apicultores e Meliponicultores de Quilombo (Aamq), em aplicá-las, com a participação do Sebrae. Uma dessas novidades é a introdução de novas abelhas-rainhas nas colmeias.