Mel do melato da bracatinga – mel para diabéticos

Mel do melato da bracatinga – mel para diabéticos

A bracatinga (Mimosa scabrella benth) é uma árvore de médio porte, nativa e abundante na região serrana de Santa Catarina, a única ocorrência no mundo.Seu florescimento se dá nos meses de julho a setembro, apresentando flores pequenas e amarelas com acentuado perfume, fornecendo abundante quantidade de néctar e pólen.
O mel ganhou o mundo na década de 2000, quando foi apresentado ao mercado europeu e foi bem apreciado na Alemanha, tornando-se o mel brasileiro mais bem pago no exterior, até 20% mais que o mel floral.
“Até começarmos a exportá-lo esse mel não tinha valor. Ele era o patinho feio, hoje é um dos cisnes”, compara Tarciano Santos da Silva, gerente de exportação da Prodapys, empresa na liderança do comércio exterior de mel cuja previsão de vendas para esta safra de mel de melato deve girar entre 200 e 400 toneladas, cerca de 10% da exportação total para o ano.
É um mel amargoso de cristalização pastosa, coloração parda, com aroma e sabor característico, não sendo muito agradável ao paladar, mas considerado como o mel mais forte, nutritivo e medicinal que se tem notícia. Difere do mel floral em vários aspectos: por exemplo, o mel de melato possui menor teor de glicose, razão pela qual usualmente não cristaliza e também apresenta menor teor de frutose.
Pesquisas e exames realizados em laboratórios da Alemanha e Países Árabes acusaram a presença de três componentes adicionais, não identificados porém de comprovado valor terapêutico, atestado pela considerável quantidade que estes países importam do Brasil e utilizam para fins medicinais.
É um mel muito próprio para adoçar o café, por quem aboliu o uso de açúcar, uma vez que o amargo dele é absorvido pelo amargo do café, sem alterar o sabor deste. Também para fazer aperitivos, batidas, caipirinhas. É muito usado, justamente por causa do seu amargor, ajudando a despertar o apetite e facilitar a digestão.
Em resumo, trata-se de um produto sui-generis de comprovado valor terapêutico, disputado por povos que já tomaram consciência de suas virtudes. O único país a possuí-lo é o Brasil e em maior quantidade o estado de Santa Catarina. Altamente valorizado no mercado europeu, sendo assim um dos méis mais bem pagos pela sua já falada exclusividade e qualidade.
Portadores de diabete ou hipoglicemia conseguiram rapidamente equilibrar o teor da glicose no sangue, motivo por que se recomenda a quem sofre desses males, o que não acontece com o mel convencional, que apenas não é contra indicado, porém não recomendado.
Fonte: Natural saúde e beleza
Fotos: Antonio Carlos Mafalda


Warning: Attempt to read property "post_title" on null in /home/mafalda2022/public_html/wp-content/plugins/js_composer/include/helpers/helpers.php on line 61

Compartilhe esta postagem

Comentário (1)

  • Heloísa Costa Pacheco Diório Resposta

    Boa tarde!

    Gosto muito de mel, no momento não estou podendo tomar por causa da glicose glicada que está 5,7. Posso fazer uso desse Mel de Melato de Bracatinga? Estou muito interessada em saber.

    Grata,

    Heloísa Pacheco Diório

    maio 11, 2022 em 3:58 pm

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.