Florianópolis sedia congresso de fruticultura com inscritos de todo o país

Florianópolis sedia congresso de fruticultura com inscritos de todo o país

Fazendo uma analogia com o futebol, o CBF (27º Congresso Brasileiro de Fruticultura), aberto hoje (26/4) no Centro de Eventos Luiz Henrique da Silveira em Canasvieiras, Florianópolis, foi uma chuva de gols. Promovido pelo governo de Santa Catarina, Udesc, UFSC, Embrapa e Sociedade Brasileira de Fruticultura, já pela manhã, na abertura, o evento dava mostras de sua grandiosidade. A começar pelo número de inscritos procedentes de todas as partes do Brasil: quase perto de 1.400 pessoas, entre autoridades nacionais e estaduais, pesquisadores, empresários e público em geral (a previsão inicial era 1.200 inscrições).
Completando o quadro, do alto de seus 50 anos de existência, o CBF está exibindo meia centena de estandes de empresas, 600 trabalhos acadêmicos, e um ambiente de reencontro e comemoração por parte de seus atores.
No estande da BioGrow Brasil, empresa de origem chilena instalada no município paulista de Valinhos, o também chileno Alejandro Gesswein Scherpf, gerente geral do negócio no Brasil, definiu o 27º CBF como uma ótima oportunidade de contato com o mercado e a academia no pós-pandemia. Para ele, “a agricultura brasileira não têm igual no mundo”.
O evento continua até sexta-feira com uma programação recheada de exposições, conferências, palestras, mesas-redondas, minicursos, visitas técnicas e apresentação de trabalhos científicos.
Texto Imara Stallbaum

Fotos: Antonio Carlos Mafalda

Compartilhe esta postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.