Porteira Aberta é vitrine para excelência da agricultura familiar

Porteira Aberta é vitrine para excelência da agricultura familiar

Centenas de pessoas, entre elas o prefeito de Florianópolis, Topázio Silveira Neto, passaram pelo Centro de Treinamento da Epagri, no bairro Itacorubi, em Florianópolis, entre 9 e 16 horas desse sábado (7/5). No local, com entrada gratuita, a terceira edição do Epagri de Porteira Aberta servia de uma grande vitrine para agricultura familiar praticada na Grande Florianópolis com o apoio da extensão rural oferecida pelo governo estadual. Lá, a Epagri distribuía várias espécies vegetais, entre elas mudas de plantas medicinais e de Pancs (Plantas Alimentícias Não Convencionais) entre as quais a ora-pro-nobis, uma proteína vegetal, destaca-se.

Ocupando algumas das tendas existentes, alguns produtores vendiam desde orquídeas a bonsais. Ao lado deles pequenos empresários rurais comercializavam queijo colonial, geleias, pão de milho e bebidas. No espaço da Vinícola Castel, de Nova Trento, o prefeito Topázio aplicou alguns Pixs na compra de vinho seco, chope de vinho e cachaça. A vendedora Francielle Cassaniga Batisti, que o atendeu, ficou encantada com a educação do cliente.

No meio de tantas atrações, a sala ocupada pelo Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (Ciram), da Epagri, fundado em 1997, atraiu muitos visitantes e olhares, principalmente os infantis. Antonio Hayashi, de 7 anos de idade, ficou vários minutos soprando um anemômetro totalizador, um dos instrumentos dos primórdios do órgão, fazendo o objeto girar. Observando o menino à distância, a meteorologista Marilene de Lima, que atendia o público, definiu: “É o sopro do futuro”, certamente referindo-se ao fato de que, daqui para frente, em decorrência de problemas climáticos, todos nós precisaremos aprofundar o conhecimento sobre o tema.

Rendeira Glorinha Nas tendas de artesanato era possível comprar luminárias de conchas, bruxas de papel machê e também as rendas de bilro de Maria da Glória Viana Soares, ou simplesmente a Glorinha de Sambaqui. A artesã chegou a convidar Edilene Steinwandter, ex-presidente da Epagri, para aprender a fazer renda percebendo o interesse da engenheira agrônoma no requintado trabalho manual. Para quem, na presidência da instituição nos dois últimos dois anos e três meses, foi responsável por grande parte do sucesso apresentado ao público no sábado, não haveria prêmio melhor para Edilene.

Texto: Imara Stallbaum

Fotos: Antonio Carlos Mafalda

Compartilhe esta postagem

Comentários (2)

  • José L Magri Resposta

    Epagri & Agricultura Familiar = exemplo de inovacao , produtividade , tecnologia e agregação de renda e fixação do homem no campo tão essencial para o homem da cidade . Legal a MafaldaPress reportando o evento . 👏🏽👏🏽👏🏽

    maio 9, 2022 em 10:21 pm
    • Mafalda Press Resposta

      Verdade. É uma parceria nota mil, que tem revolucionado o campo e a economia catarinense.

      maio 11, 2022 em 2:59 pm

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.